// natal

Livro de Visitas

 

Assinaturas presentes no nosso livros de visitas

Adicionar nova assinatura




Nome:Mário MansoE-mail:mhmanso@hotmail.com
Cód.Postal:1675Localidade:
País:Data:24/08/14
1- Quando nos deparamos com pessoas, que cobardemente tentam de todas as formas ao seu alcance, fazerem passar uma mensagem elaborada pelos seus caducos neurónios, para atingir a integridade de alguém, com quem, não se sente em sintonia apenas, porque o outro, tem opinião própria, e não embarca no sim senhor a que sempre estiveram habituados, dos seus subordinados, não devia fazer parte de uma organização, que se vai ressentido, com tais atitudes. É fácil tentar passar uma mensagem estupidificada, por ser falsa e mentirosa. Pois é isso que tem acontecido, da parte de alguém que se julga dono e senhor; de tudo quanto o rodeia. Carimbam as pessoas de serem comunistas, para se justificar o seu afastamento da instituição. Tenta-se de todas as formas aniquilar, os que, lhes não são, subservientes. Então, como não resulta a questão politica, que esteve muitas vezes na mesa das reuniões, sempre levada pelos julgados mais sapientes, - não fazendo parte da reunião - e nunca por mim, porque nunca alimentei esses malefícios, por respeito à instituição Associação de Fuzileiros, onde em princípio as questões políticas devem estar fora das reuniões, a não ser que a ordem de trabalhos assim o exija.

Nome:Mário MansoE-mail:mhmanso@hotmail.com
Cód.Postal:1675Localidade:
País:Data:24/08/14
2- Depois de me ter sido dito por mais de que um Camarada, de que um certo senhor, vai dizendo que estarei fora das minhas capacidades - maluco? Esquizofrénico? – E não sei que mais. Efectivamente, não estou como gostaria de estar, quando tinha dezassete anos! Mas para o mal dizente vale tudo, inventado ou encomendado, mas o senhor está enganado! A não ter o respeito que tenho, pelos Fuzileiros e a sua Associação, eu daria um safanão, que resultaria num senão! Mas os camaradas Fuzos e os seus Amigos não o merecem. Por isso me vou aguentando, neste mar inavegável, que desejava fosse mar chão, para que se poder andar no convés. Lamento que se utilize uma arma tão rasca, e que não devia ser utilizada, neste tipo de emboscada, muito fragilizada, por ser desleal demais. Um abraço para todos; que o mereçam. Mário Manso

Nome:artursantosE-mail:artursantos85@gmail.com
Cód.Postal:4100Localidade:porto
País:portugalData:04/08/14
Venho mandar um abraço a todos os fuzileiros em especial aos fuzileiros da quarta alfa 1989

Nome:António José Serranheira LebreE-mail:antoniolebre47@hotmail.com
Cód.Postal:Localidade:
País:Data:27/07/14
Atenção filhos da escola da recruta Setembro de 1965,muito poucos tenho encontrado quem responde,assim como tambem de quem fez parte da companhia Nº9 Fuzileiros Guiné«66_68»,um abraço a todos os Fuzileiros. PS: rectificação na data.

Nome:António José Serranheira LebreE-mail:antoniolebre47@hotmail.com
Cód.Postal:7050_148Localidade:Montemor-o-Novo
País:Data:19/07/14
Atenção filhos da escola da recruta Setembro de 1965,muito poucos tenho encontrado quem responde,assim como tambem de quem fez parte da companhia Nº9 Fuzileiros Guiné«66_69»,um abraço a todos os Fuzileiros.

Nome:RODRIGUESE-mail:rodrigueseguros@gmail.com
Cód.Postal:Localidade:
País:Data:19/07/14
Quero deixar bem claro que não sou anti doutores ou outros seres de formação superior,pois felizmente tenho um grupo de amigos dos vários estratos sociais e postos militares.Não sou contra o presidente da direção ser oficial,sou contra ter que ser oficial.Tam bem acho estranho um presidente assumir uma direção sem escolher o grupo de trabalho.Tambem acho que se alguns senhores ex oficiais não querem uma direção democraticamente representada,podiam fazer uma associação de oficiais fuzileiros e ai deixariam de ouvir estes lamentos e não tinham que levar com indivíduos de outras classes que não gostam de ouvir musica lírica e alguns poemas para embalar bebes.

Nome:RODRIGUESE-mail:rodrigueseguros@gmail.com
Cód.Postal:Localidade:
País:Data:19/07/14
O camarada e amigo manso tem toda a razão no que diz e a maioria das pessoas não sabe a missa á metade.A contra informação na defesa de alguns lóbis tem funcionado muito bem.Quero deixar bem claro que a maioria dos camaradas desta e das outras direções está fora de um núcleo duro bem identificado e estou convicto que existe um núcleo duro fora da direção com muita influencia.A maioria dos camaradas que pertencem aos corpos sociais são apenas vagas que tem que ser preenchidas e sabem que se levantarem muitas ondas e tiverem ideias próprias fora da linha são convidados a ir pregar para outra freguesia(como eu e outros foram)e depois como o manso diz e muito bem,somos olhados como se tivesse mos uma doença contagiosa chamada pensamento próprio,doença essa que o antigo regime tentou erradicar mas não conseguiu.viva liberdade...viva os fuzileiros a serio.GRANDE ABRAÇO

Nome:RodriguesE-mail:rodrigueseguros@gmail.com
Cód.Postal:Localidade:
País:Data:19/07/14
Em primeiro lugar quero deixar um grande abraço a todos camaradas oficiais ,sargentos e praças que não se acham seres superiores,independentemente da sua função ou cargo.Queria dizer que infelizmente na nossa associação existem alguns seres que não pertencem a essa espécie.Vivem escondidos atras de um fato e gravata a maioria deles pagos pelo erário publico e que procuram na associação o protagonismo que já não tem.(sei o que estou a dizer pois participei em quatro ~mandatos)

Nome:antonio palmaE-mail:antonio_palma59@hotmail.com
Cód.Postal:Localidade:Silves(mas de Mertola)
País:Data:15/07/14
nao sou de muitas palavras,e valho o que valho, sempre estive e sempre estarei a seu lado e de tantos outros camaradas sem citar nomes.Um abraço deste filho da Escola FUZILEIRO uma vez FUZILEIRO para sempre.

Nome:Mário MansoE-mail:mhmanso@hotmail.com
Cód.Postal:Localidade:
País:PortugalData:10/07/14
Há pessoas, para quem, a porcaria que os envolve lhes vai pesando tanto, que para aliviar a carga, por ser tão mal cheirosa, vão-se sacudindo aqui e ali para se sentirem mais aliviados, até da consciência que lhes falta. E eu, estando longe ou perto, de tais trapaceiros tenho sido atingido com alguns salpicos dessa imundice, que lhes vai alimentando os neurónios já gastos de tanta trapalheira. Tenho pena de ter sido enganado tanto tempo, por essa propalada – falsa amizade. Nunca pensei; que houvesse no nosso seio, pessoas com tanta falta de lealdade, e com um défice de bom senso tão evidente. Tenho felizmente muitos Amigos, quer entre Camaradas de Armas, quer de muitos outros fora dessa área, nunca lhes perguntei, qual o partido religião, ou clube de futebol. Sendo estas três áreas, conjuntos onde nunca toquei ou toco qualquer instrumento. Assim sendo, custa um pouco, saber que alguém me vai carimbando falsamente, como sendo de um determinado partido, que para a pessoa em causa, deve ter lepra.

Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 Próxima