Livro de Visitas

 

Assinaturas presentes no nosso livros de visitas

Adicionar nova assinatura




Nome:Mrio MansoData:04/11/15
Passados 10 dias de ter dado conta da situao vivida por uma Camarada nosso, oriundo da Guin. Poderei concluir, de que o SITE da Associao est a ser pouco ou nada lido. No estou a fazer uma crtica ao Camarada, que est incumbido de o ter operacional. Claro que o Amigo Loureno no poder estar a inventar ou mesmo servir-se dele em termos de contedo, isso caber a algum dos rgos sociais adstrito a estas questes - Desfeito algum pensamento que possa desvirtuar o seu trabalho no ser justo Portanto, em termos de algo sobre assunto nada apareceu. Fico desconfortvel com esta apatia. Um abrao

Nome:Mrio MansoData:24/10/15
Depois de ter conhecimento da situao de um Camarada que ter servido qui - num Destacamento de Fuz. de Nativos da Guin! Tenho esperado, que algum de direito trouxesse ao nosso conhecimento, de alguma iniciativa tomada relativamente a este caso, em que porventura, envolve um nosso Camarada. Depois de ter recebido vrias abordagens ao assunto, muito em especial de alguns Camaradas mais jovens, resolvi associar-me, a quantos sentem que no se deve deixar morrer este caso, sem que se tente resgat-lo;! ou no verdade, que este Camarada foi deixado para trs? Eu compreendo, que no um caso que tenha acontecido em combate! Mas mesmo assim, faz todo o

Nome:Mrio MansoData:24/10/15
sentido, que esta situao, esteja a mexer com muitos----- Camaradas. Sendo que uma grande maioria, so jovens Filhos da Escola, alguns scios da nossa Associao de Fuzileiros portanto, que no participaram na guerra do Ultramar. Eu quero acreditar, que seja possvel, fazer algo pelo Camarada, de quem no sei o nome, mas que certamente haver nos Fuzileiros que estiveram em misso na Guin, que possam testemunhar em seu abono. Tendo esta manh estado em conversa com o Camarada Leonel Pereira da incorporao de 90, deu parar ver da insatisfao do esquecimento, porque nos parece, que no se ter tomado qualquer atitude.

Nome:Mrio MansoData:24/10/15
Penso que deve ser feito as dmarches possveis, para que se d o encaminhamento necessrio para a resoluo desta questo. Vamos fazer um grupo que tente resgat-lo? Sem tiros ou outra qualquer violncia! H que arranjar Comtes. para estudar a melhor forma de se tentar atingir o objectivo! Estaria mais -vontade se fosse guerra com tiros, mas darei tambm corpo ao grupo. Um fraterno abrao.

Nome:DFE N13 65/67 AngolaData:18/09/15
O Destacamento de Fuzileiros Especiais n13 65/67 Angola, vai realizar um almoo comemorativo no dia 17 de Outubro de 2015 a partir das 11H, no Clube de Sargentos da Armada (Feijo).

Nome:veigaData:08/07/15
Boa tarde - camaradagem. No meu texto anterior, por lapso,no identifiquei, o ex-2. Ten FZE - RN - LOBATO. Como um excelente Oficial Fuzileiro Especial, como 3. Oficial do DFE 12 - Guin 1970/1971. Logo o meu 3. Oficial, o qual respeito pelo seu caracter - frontalidade - homem BOM!... Honesto, corajoso. No dia em que os MAJORES, foram assassinados em TEIXEIRA PINTO, a minha seco PAP, estava na fronteira do Senegal. Comandavam a seco - 2. Ten. LOBATO e Sargento PERES. Foi solicitado o nosso regresso de imediato BAPATGANTUR - BIGENE. O 2.Ten. LOBATO - recusou que eu elebora - se, no fim da Comisso o seu processo, para a proposta de Condecorao. Como homem bom, digno e honrado (RECUSOU). Outros teriam vindo ter comigo, que no queriam uma Condecorao mas duas!... Houve FUZILEIROS ESPECIAIS - que viveram o ULTRAMAR COM VERDADE!... Houve FUZILEIROS ESPECIAIS - que o viveram com mentira!... As minhas palavras os meus comentrios, de ontem em nada beliscam o perfil do 2. Ten. LOBATO - FZE/RN. Um abrao - 2. Ten - LOBATO Veiga - dfe12

Nome:veigaData:07/07/15
Hoje li o texto inserido na Revista Desembarque n. 21. Algumas surpresas, no contedo. Editado pelo Ex-2. Ten.FZE Lobato. Lamento no ter estado presente no almoo dos 45 Anos, no estive por razes de ordem pessoal. A minha verso dos factos expostos, relacionado, com as Operaes Cocha, e catanada, que estive presente. Fiquei surpreendido, quando no se fala no homem do ronco. Marinheiro FZE . Guerra. Fala - se de outros, que fizeram o que fizeram, e so heris do nada!... No se d valor a quem o merece!... Valor merecido por esse homem, que com a sua coragem. No teve nem mereceu mrito!... A histria da Ponta do Ingls. Est mal contada!... H meninos que ainda hoje deviam assumir as suas responsabilidades, e pedir desculpas!... A saida de Teixeira Pinto,deve ser explicada por eles, verdade que j passarm 45 Anos. A verdade devia ser contada!... Ser oportunamente, explicado, todo o historial de verdade, sobre o DFE12 - Guin 1970 - 1971. Estive l!... Um abrao Jacar

Nome:veigaData:06/07/15
Boa tarde: Rapaziada, que passou por Teixeira Pinto (Guin. Fuzileiros Especiais - Comandos - Paraquedistas - Exercito. Estive em Teixeira Pinto, por diversas vezes, entre os Anos 1967/1971. Onde se fizeram amizades que ainda correm no tempo, ao fim de todos estes Anos. Estivemos reunidos no nosso primeiro almoo em vora, no dia 4.7.2015, estavam Fuzileiros Especiais, que estiveram comigo em Teixeira Pinto, e dois elementos do Exercito. (amigos). para lembrar que o Ultramar, foi um espao de camaradagem, entre jovens data que ali cumpriram o seu servio militar em defesa da Ptria. Foi interesse este convivio. Ficou marcado para os Anos, suguintes. Fiz duas Comisses na Guin (DFEs n. 3 e 12). Um abrao para esses gloriosos que defenderam o seu Pas - em Angola - Guin - Moambique. Jacar

Nome:veigaData:19/05/15
Boa tarde para toda a rapaziada dos FUZILEIROS. Respondo ao meu amigo Mrio Manso, sobre o contedo do texto inserido pelo Comando Vitor. Confirmo porque estive, em Teixeira Pinto, nas duas Comisses, entre os Anos 67/71, a fazer por periodos trabalho da tropa macaca. A estrada Teixeira Pinto/Cacheu, s foi possvel. Porque os Destacamentos de Fuzileiros Especiais - Os Comandos - e os Paraquedistas, fizemos a segurana. Com o Exercito, a fazer segurana, tenho dificuldade, se a dita estrada, teria sido concluida!... Mrio, foi na zona de Teixeira Pinto, que fiz a operao chave de ouro, da minha primeira Comisso. Aproveito para mandar saudaes para todos os Fuzileiros Especiais - Comandos - Parasquedistas, que passaram por Teixeira Pinto. Um abrao tambm h rapaziada do exercito, que esteve em Teixeira Pinto. Mrio um abrao. Fuzileiro Especial - presente (VEIGA)

Nome:Arnaldo MoreiraData:15/05/15
Incorporao Set/85 N.Mec.: 752485, 2 Turma Onde andam os camaradas?

Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 Prxima